Vivência

1º oba/pg 76/8 - ele tece considerações sobre lições de vivência: não serão mais mortais...

97/... - comenta sobre a vida deformada: “ tudo é bom e nada presta”

7º oba/pg 85 - tudo é bom na sua época. O que passou da época não serve.

9º oba/pg 279 - a vida do consciente é calma, pacata e boa, o consciente não comete absurdos nem injustiças.

4º rép/pg 134/5 - então, lutar sim, suavemente, sem esforço, sem sacrifícios, para manter esta vida provisória... A vida tem que ser encarada como ela é...

11º rép/pg 122 - a vida é um primor, uma delícia saber viver. Mas quem não sabe viver, sofre muito e faz os outros sofrerem.

12º rép/pg 50/1 - e quem sabe viver, vive sem incomodar a ninguém e quem não sabe viver, incomoda...

18º rép/pg 49 - quem encara a vida como ela é, é simples, calmo, bem fazejo... Se acomoda com o necessário para viver...

7º tré/pg 22 - quem sabe viver, vive certo, o que vive certo é aquele que tudo está bom... Está bem.

17º tré/pg 87 - quem quer vencer na vida, não pode ser contra ninguém... A favor de todos...

1º his/pg 46 - como se deve lutar na vida: suavemente para o necessário, é uma coisa natural...

22º his/pg 151 - porque até um certo ponto, a evolução da vida (na matéria) foi natural. Viviam bem e muito bem, porque não existiam males...e daí, começaram a teimar, teimar..

62º his/pg 9 - quanto mais descobertas, mais sofrimento. Quanto mais invenções...

84º his/pg 59 - para ver que cada qual depende de si mesmo. E cada um planta aquilo que colhe...

87º his/pg 128 - e quem vive em paz é porque está completo de tudo, é porque não lhe falta nada.

92º his/pg 67 - e para os bons viverem com os maus, é preciso muita paciência... (ant. Pg 65)

139º his/pg 121 - a vida para ser bem vivida: ... É preciso ter paz, amor e fraternidade.

161º his/pg 113 - para ver, o quanto menos falar melhor é...

168º his/pg 88 - ... Quem passou a se conhecer não pode se contrariar com coisa nenhuma.

189º his/pg 55 - se o estudante de Cultura Racional está atrapalhado de vida o culpado é ele mesmo... Está com tudo nas mãos para acertar em tudo...

216º his/pg 98 - as vezes, conhece o mundo inteiro, mas vive sem se conhecer

240º his/pg 46 - ninguém vive sem os pequenos. Os grandes e graúdos necessitam dos pequenos...

275º his/pg 33 - o forte é ver, ouvir e calar... Os fortes têm toda proteção... Os fortes sabem viver.

387º his/pg 22 - ... Na matéria não existe ninguém feliz, porque a matéria é um conjunto de ruínas...

413º his/pg 20 - e quanto mais valor tem a pessoa mais sofre...

447º his/pg 8/9 - não há nada como a parte antiga da vida, tudo era muito simples, e a parte da vida atual é muito confusa... (modernismo)

723º his/pg 23/6 - cade? Os antigos que tanto lutaram? Já todos se foram. Não adiantaram nada...

827º his/pg 11 - quanto mais vive mais sofre!

Vontade

3º tré/pg 92 - a vontade é livre para quem não se conhece. Para quem se conhece... Tem limite.

5º tré/pg 48/9 - ele explica como foi o uso da vontade pelos puros, limpos e perfeitos...

11º tré/pg 53/66 - aborda: da vontade nasceram os gostos... Usa a vontade como quer e deseja e às vezes, não medindo consequências... A vontade tem limite...

1º his/pg 55/6 - ... A vontade é uma demonstração de desequilíbrio... Vontades absurdas...

15º his/pg --- - este volume versa sobre a vontade

83 - a vontade anula todos os direitos... Ultrapassa todos os direitos... (ant. Pg 79)

129 - a vontade não enxerga consequências... (ou pg 123)

17º his/pg 131 - a vontade fala no íntimo; é de dentro para fora e não de fora para dentro. É de dentro do íntimo para fora. (ou p 123)

18º his/pg 130/2 - então, a vontade é um estimulante. Um estimulante orgânico. Para dar vontade disso, vontade daquilo...é um estimulante do corpo...e a pessoa cheia de vontade tem sempre ânimo de viver. (ou pg 124).

49º his/6ª mens - ele afirma: a vontade fora do limite é prejudicial... Indo de abismo abaixo...

89º his/pg 5 - a vontade não mede consequências...a vontade é mais forte que as consequências...

107º his/pg 97 - para verem que o preço da vontade foi a criação da matéria... Se são de matéria, é porque tiveram vontade de serem de matéria...

110º his/pg 92 - agora a vontade é uma só: ler e reler para sentir o que leu, o que aprendeu... Para desenvolvimento dessas tres partes... Raciocínio, a vidência e o aparelho...

116º his/pg 13 - ... Por a vontade ser livre, os que já passaram a se conhecer, já sabem onde vão parar... E quem passou a se conhecer, é para viver como quem se conhece...

122º his/pg 82 - e pensa que a vontade, seja ela de que espécie for, é propriedade de si mesmo. Não. Todas as vontades são transmitidas pelas energias à ferramenta... O aparelho.

125º his/pg 14 - o preço do abuso é o fracasso do abusado. A vontade é livre e cada qual escolhe o que quer...

128º his/pg 142/9 - faz várias considerações sobre a vontade - acausa desse segundo mundo.

145 - até então, a vontade no Mundo Racional era livre, mas depois dessa formação do segundo mundo, a vontade deixou de ser livre...

129º his/pg 17/9 - explica que racional puro, limpo e perfeito não tem vontade e sim expansão do livre arbítrio.

150º his/pg 59 - quem passa dos limites o fracasso é certo, que a vontade é livre mas tudo tem limite. E o que passa do limite extravasa as leis naturais da natureza. (ou pg 56)

258º his/pg 47 - para ver que a vontade não é livre como pensam. Se a vontade fosse livre, ninguém iria para as classes inferiores... Ninguém envelheceria...

500º his/pg 21 - e o pensamento é cheio de vontade. De vontade às vezes ridículas, como desejar a mulher do próximo, uma vontade ridícula... Porque vontade tem limite.


Menu




Início    |    Artigos    |     Vídeos    |     Palestras    |     Downloads    |     Leitura    |    Links    |     Esclarecimentos    |     Localize assuntos

SS Propaganda© 2010 sspromo2000@yahoo.com.br